ouro preto cidade do ouro
MG Ouro Preto: a cidade do ouro negro

Ouro Preto: a cidade do ouro negro

ouro preto cidade do ouro

A cidade de Ouro Preto

Por que Ouro Preto?

Curso de ingles com a gringa
Promoção somente por este post (acesse clicando na foto)

    Ao falar sobre “ouro preto”, você já deve estar pensando que a cidade de Ouro Preto, localizada no estado de Minas Gerais, tem esse nome devido por conter grandes fontes de petróleo. Caso pensou isso, enganou-se. 

    A cidade é um dos principais destinos turísticos do Brasil, famosa por sua arquitetura barroca e por sua importância histórica e cultural. O nome da cidade é curioso e chama a atenção de muitos turistas, já que não está diretamente relacionado com o tipo do ouro encontrado na região. Mas qual é a verdadeira história por trás do nome Ouro Preto?

Riqueza em Minas Gerais

Origem do nome Ouro Preto

  

    O nome Ouro Preto foi dado à cidade em 1823 e está relacionado com a lama escura que se formava após a extração e lavagem do minério de ouro encontrado na região. Essa lama, que continha resíduos de ferro, manganês e outros minerais, dava origem a um barro escuro e viscoso que era utilizado na construção das casas e nas ruas da cidade. 

   A extração desse ouro negro foi a principal atividade econômica da região por muitos anos, e sua descoberta foi um dos fatores que contribuíram para o desenvolvimento da cidade.

A riqueza gerada pelo ouro negro

 

    A extração do ouro negro dessa cidade mineira gerou uma grande riqueza para a região, atraindo muitos aventureiros em busca de fortuna. A cidade se tornou um importante centro comercial e cultural, com a construção de diversas igrejas, palácios e casas que ainda hoje são símbolos da riqueza gerada pela extração do ouro negro.

Ouro negro e a arquitetura de Ouro Preto

    A presença do ouro negro também influenciou a arquitetura de Ouro Preto. Muitas das construções da cidade foram feitas com pedra sabão, um material que era facilmente encontrado na região e que apresentava uma coloração escura semelhante ao ouro negro. Esse material foi utilizado na construção de muitas das obras de arte da cidade, como as esculturas e altares das igrejas.

Passeios gratuitos para fazer em Ouro preto

Aqui estão três opções de passeios gratuitos para fazer em Ouro Preto:

  1. Conhecer o Parque Municipal das Andorinhas: O Parque Municipal das Andorinhas é uma área de preservação ambiental que fica a poucos quilômetros do centro de Ouro Preto. O parque conta com trilhas, cachoeiras e uma bela vista da cidade. A entrada é gratuita e é uma ótima opção para quem quer estar em contato com a natureza;

  2. Fazer uma caminhada pela Estrada Real: A Estrada Real é uma rota histórica que liga as cidades de Ouro Preto, Mariana e outras cidades históricas da região. Fazer uma caminhada pela Estrada Real é uma ótima opção para quem quer conhecer mais sobre a história da região e apreciar a paisagem da Serra do Espinhaço;

  3.  Visitar o Museu da Inconfidência: O Museu da Inconfidência é um museu histórico que conta a história da Inconfidência Mineira, um movimento de luta pela independência de Minas Gerais do domínio português. A entrada é gratuita aos domingos, e o museu é uma ótima opção para quem quer conhecer mais sobre a história da cidade e do país.
    Em resumo, a cidade é um verdadeiro tesouro histórico e cultural, construído a partir da riqueza gerada pela extração do ouro negro. Essa descoberta ajudou a moldar a cidade que conhecemos hoje, influenciando não apenas sua economia, mas também sua arquitetura e cultura. 
    O nome Ouro Preto, tão curioso e intrigante para muitos, tem uma história interessante e única que remonta aos tempos da corrida do ouro em Minas Gerais. A lama preta gerada pela lavagem do ouro foi uma característica marcante da região e acabou por dar origem ao nome dessa cidade em Minas Gerais.

Siga-nos para estar sempre informado!

Compartilhe:

O livro explora os sinuosos caminhos de Ouro Preto, desde a descoberta do metal precioso pelos colonizadores até a transformação do sítio incrustado nas montanhas. A obra narra os acontecimentos históricos que moldaram a cidade, revelando como o ouro negro deixou sua marca na arquitetura, cultura e no imaginário popular da região. (Clique no Livro)

Busque um hotel agora

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja estas curiosidades também